Como ter uma renda passiva de R$500,00 por mês?

Tempo de leitura

3 min

Tamanho da fonte

Aa

Aa

Aa

Aprenda a montar uma carteira de Fundos Imobiliários (FIIs) para ter renda passiva todos os meses 

Ao falar de renda passiva, essas duas palavras te remetem algo?

“Renda” significa: remuneração e “passiva”: sem iniciativa, ou seja, não tem a necessidade de fazer algo, despender esforço. 

Quando juntamos as duas palavras “renda passiva”, é possível definir o sonho de muitas pessoas: ter uma vida financeira mais tranquila. Entre os benefícios estão: receber algo sem ter que realizar algum esforço, além de ajudar na tranquilidade de viver, principalmente na época da aposentadoria, onde o desejo é viver para usufruir do que foi conquistado.

Porém, quando pensamos em materializar essa palavra o que vem na sua mente? Creio eu que a maioria das pessoas diria: aluguel de imóveis. Acertei, né? 

Agora, levando isso ao mundo dos investimentos, onde é possível chegar? Se você já tem algum conhecimento sobre o mercado financeiro, provavelmente, se lembrou dos fundos imobiliários e ações de dividendos. Hoje, iremos falar sobre a primeira opção. 

O fundo de investimento imobiliário é um veículo utilizado por diversos investidores para realizar aplicações em ativos relacionados a imóveis, podendo ser físicos ou via dívida imobiliária. 

Pense na seguinte cena: uma pessoa quer ter participação em um shopping center, mas não tem dinheiro o suficiente. Qual é a solução para esse problema? Se juntar com mais pessoas para comprar, fazendo com que cada um tenha participação nos lucros que vierem a existir. 

Nos fundos imobiliários (FIIs) acontece a mesma coisa, várias pessoas chamadas de cotistas, que são donos dos imóveis ou títulos de dívida, recebem participação de lucro proporcionalmente a quantidade de cotas que cada um possui. 

Leia também: Olhe para o futuro se quiser ganhar dinheiro!

Abaixo, confira, na prática, a montagem de uma carteira que tem como meta receber R$500,00 mensais em rendimentos. 

Sabendo que a diversificação é necessária, não iremos concentrar em um fundo apenas, e nem só em um tipo de fundo. Vamos pegar 40% em FIIS de recebíveis, cerca de dois fundos, 40% em fundos imobiliários de tijolos, também dois fundos, e os 20% restantes em FIIs que investem em outros fundos imobiliários, chamados de FOFs, um fundo. 

Os cinco fundos escolhidos, para fins educacionais, são: 

  1. DEVA11 (Fundo de Papel) 
  2. RECR11 (Fundo de Papel) 
  3. GGRC11 (Galpões Logisticos) 
  4. VISC11 (Fundo de Shopping) 
  5. HGFF11 (Fundo de Fundos)

 Leia o texto: O que são FIIs e como investir?

O racional do investimento será investir, aproximadamente, a mesma quantia em cada fundo, para que o resultado seja uma carteira que gera uma renda passiva na ordem de R$500,00 mensais.

Para facilitar a dinâmica montamos uma tabela que relaciona os principais dados, são eles: estimativa de rendimento mensal, preço da cota (na data deste texto) e as demais informações que foram calculadas, como quantidade necessária de cotas, quanto custaria e renderia por mês. 

Com aproximadamente R$53 mil é possível ter uma carteira que pague R$500 todo mês, gerando para você uma renda passiva que a maioria da população não possui. Ou seja, além de você ter a possibilidade de obter um ganho de capital com a venda dessas cotas no futuro, também te gera renda mensal, pois todos os meses, os proventos dos FIIs irão cair na sua conta da corretora.

É importante lembrar também que esses proventos são já líquidos de imposto de renda, notícia boa, né? 

Mas, aí você afirma: “Nossa, Carol, mas não tenho todo esse dinheiro!”. Veja bem, você não precisa ter R$53 mil para começar. Como é possível observar acima, uma cota custa em torno de R$100,00, ou seja, para dar o primeiro passo você precisa apenas de dedicação para buscar mais conhecimento sobre fundos imobiliários. O segredo é iniciar com pequenos aportes e ter disciplina para investir todos os meses. 

Vale ressaltar que todo investidor começa de um lugar, quando eu comecei recebia apenas alguns trocados por mês, atualmente, recebo centenas todos os meses dos dividendos. Para completar ainda mais sobre o assunto de renda passiva, abaixo, você pode assistir um vídeo onde eu ensino como escolher os melhores fundos imobiliários da bolsa. O conteúdo é voltado para iniciantes com o passo a passo para aprender como analisar eles.