Fundos imobiliários: É hora de investir?

Tempo de leitura

2 min

Tamanho da fonte

Aa

Aa

Aa

Desvalorização de fundos imobiliários pode indicar oportunidade, segundo especialistas

A desvalorização dos fundos imobiliários em 2021 significa que é hora de investir? Especialistas afirmam que essa pode ser uma grande oportunidade. Então, é importante saber mais sobre o assunto para poder aproveitar!

Afinal, como foi o cenário no ano passado? Em suma, os fundos imobiliários “de tijolo”, que obtêm renda com o aluguel dos imóveis, caíram cerca de 15% em 2021. Além disso, muitos ainda estão sendo negociados por um preço abaixo do valor patrimonial.

Entenda mais sobre o tema assistindo o vídeo: 

Outro ponto é que o custo para construir um imóvel também subiu no ano passado. Por exemplo, para produzir um galpão, os valores aumentaram 17%. Neste cenário, os fundos imobiliários estão com 15% de desconto.

Apesar deste contexto de desvalorização de fundos imobiliários, a queda no preço pode representar uma oportunidade. Afinal, com um investimento menor você consegue comprar mais cotas atualmente.

Entretanto, é preciso ter muito cuidado e formar uma carteira sólida. Como sempre, diversidade é importante e cautela também, estes itens se tornam ainda mais relevantes neste cenário.

Leia também: Como montar uma carteira de investimentos diversificada?

Portanto, antes de comprar um ativo, é essencial olhar detalhes como localização, demanda e valor dos aluguéis. A taxa de vacância também deve ser observada pelo investidor.

Desvalorização de fundos imobiliários: como investir?

Você deve estar se perguntando: afinal, como investir da melhor forma para aproveitar a desvalorização dos fundos imobiliários? Em primeiro lugar, é preciso tomar os cuidados que você tomaria em qualquer cenário, como já mencionamos.

Em segundo lugar, você deve observar o perfil dos imóveis. Considerando o contexto de pandemia, escritórios que se adaptam a um modelo híbrido tendem a ter um desempenho maior.

Além disso, as oportunidades estão maiores nos chamados FoFs, que são os fundos imobiliários que investem em cotas de outros fundos imobiliários – funds of funds

Leia também: Como investir em fundos imobiliários?

Outra oportunidade são os chamados fundos de papel, que podem captar a inflação, que tende a ficar em alta segundo as últimas pesquisas do relatório FOCUS. Assim, os rendimentos também podem ser vantajosos.

Entretanto, os fundos de tijolo atualmente estão com descontos, mas os de papel não. Portanto, é preciso ainda mais cuidado na hora de investir, projetando os possíveis ganhos.

Ainda está com dúvidas se investir em fundos imobiliários vale a pena? Se cadastre em nossa área vip e tenha acesso aos melhores relatórios para aplicar seu dinheiro de forma inteligente. 

Então, não existe uma regra para investir em fundos imobiliários, mas a premissa é a mesma que em outros investimentos: diversificação. Com uma carteira diversa, os riscos acabam sendo mais diluídos e os ganhos podem inclusive ser maiores. Assim, antes de investir, é preciso que você conheça as tendências.

Se você ainda está com dúvidas sobre como investir em fundos imobiliários, clique aqui (link para O que são FIIs e como investir?). Preparamos um conteúdo completo para que você conheça todos os detalhes deste tipo de investimento e comece a obter renda sem necessariamente comprar um imóvel e colocar para alugar.

Caso precise de ajuda ou ainda tenha alguma dúvida, pode contar com nossa equipe, que está pronta para te atender, é só preencher o formulário abaixo.