Investimentos no exterior crescem 1.400%: é hora de apostar?

Tempo de leitura

2 min

Tamanho da fonte

Aa

Aa

Aa

Novas regras facilitam acesso do pequeno investidor a estes mercados; saiba se é o momento de apostar em investimentos no exterior

Os investimentos no exterior cresceram 1.400%. Portanto, a dúvida começou a surgir: será que já é hora de apostar nestes ativos?

De acordo com dados da B3, desde o mês de outubro de 2020, cresceu em 96% o número de brasileiros que investem em ETFs (Exchange Traded Fund). Esse tipo de investimento acompanha índices.

Por sua vez, os BDRs (Brazilian Depositary Receipts) é que puxaram o aumento de investimentos no exterior, com alta de 1.414%. Assim, esse tipo de aposta começou a chamar a atenção.

Leia também: Mercado de BDRs ganha cada vez mais adeptos no Brasil

Com isso, o volume que foi aplicado em ETFs chegou a dobrar em 13 meses, atingindo R$ 10 bilhões. Já a carteira de BDRs cresceu em quase cinco vezes, batendo R$ 4,5 bilhões.

Entenda o aumento no número de investimentos no exterior

Primeiro, é preciso entender o motivo deste aumento. Afinal, por que investimentos no exterior ficaram tão atraentes?

A alta é motivada pela valorização destes ativos, que chegaram a bater o Ibovespa, índice de desempenho médio de cotações das ações negociadas na B3.

Além disso, as novas regras foram um grande incentivo para esse aumento. Em outubro de 2020 foi quando a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) alterou o regulamento da Bolsa.

Com isso, pequenos investidores puderam passar a comprar ações de empresas estrangeiras. Os chamados BDRs reúnem ações da Google, Apple e Amazon, por exemplo.

Assim, a consequência foi que as instituições financeiras decidiram ampliar a oferta destes produtos no Brasil. Desta maneira, o investidor começou a buscar ainda mais diversificação na hora de investir.

Investimentos no exterior valem a pena?

Agora você deve estar se perguntando: vale ou não a pena apostar em investimentos no exterior?

Segundo especialistas, investimentos no exterior são uma boa opção para quem busca proteger uma parte da carteira contra oscilações. Com a instabilidade na política e na economia do Brasil, o investidor consegue a chamada diversificação geográfica.

Outro ponto é que a oferta de ETFs está melhorando. Portanto, as vantagens vão aumentando aos poucos para quem quer investir especificamente nestes ativos.

Entretanto, a valorização tanto dos BDRs quanto dos ETFs mostra que aplicar hoje pode ser mais caro do que investir nos ativos em outubro de 2020.

Por isso, é preciso ter cuidado. Afinal, será preciso dispor de mais dinheiro para comprar esses ativos. Então, as decisões devem ser tomadas com mais atenção.

Além disso, é preciso estudar muito, pois investir lá fora pode ser mais burocrático do que os investimentos do Brasil. Então, é preciso ler muito e entender as taxas, custos adicionais e possíveis problemas que você pode ter.

Se você ler bastante sobre o assunto, pode evitar dores de cabeça. Se cadastre em nossa área VIP e tenha acesso a materiais gratuitos que podem te ajudar a entender mais sobre o assunto, é só clicar aqui.

Entre as vantagens, também está o fato de que o investidor começa a aplicar com moedas fortes. A estratégia pode ser importante para proteger o patrimônio contra a desvalorização do real.

Se estiver com alguma dúvida, não hesite em procurar nossa equipe e comece a tirar vantagem destas novas regras, é só preencher o formulário abaixo.