Dividendos do Itaú (ITUB4) valem a pena?

Tempo de leitura

4 min

Tamanho da fonte

Aa

Aa

Aa

Entenda quais são os rendimentos distribuídos pelo Itaú (ITUB4) e se esses dividendos valem a pena para o investidor 

No mercado financeiro, existem diversas formas de ter rentabilidade através de investimentos. Quando se trata do mercado de ações, é possível obter lucro através da compra e venda de ações e, caso o investidor decida por reter os papéis das empresas, estes podem ser recompensados através do pagamento de dividendos.

Nesse sentido, existem algumas empresas no mercado de ações que costumam pagar dividendos frequentemente, e, entre as principais, estão os bancos. Nesse contexto, o Itaú se posiciona como um dos principais bancos do Brasil, apresentando estrutura bastante consolidada que atrai a atenção de diversos investidores.

Com isso, neste artigo, serão expostas algumas informações sobre o pagamento de dividendos do Itaú aos seus acionistas, fazendo também uma comparação com outros produtos financeiros mais conservadores.

Dividendos de 2020

No primeiro ano de pandemia da Covid-19, o Itaú registrou lucro líquido de R$18,5 bilhões, resultado 28,87% menor que o do ano anterior, quando o Banco havia registrado lucro na ordem de R$28,4. Como uma companhia de capital aberto é obrigada por lei a distribuir no mínimo 25% do seu lucro líquido via dividendos ou JCP (juros sobre capital próprio), o Itaú pagou R$0,46137 por ação.

Com isso, caso o investidor tenha mantido, por todo o período abaixo, um lote padrão de 100 ações, ele teria obtido R$46,13 em proventos.

Fonte RI Itaú

Em nossa área logada, temos um e-book exclusivo sobre investimentos em ações. Faça o seu cadastro gratuito, e veja agora mesmo!

Dividendos em 2021

Já no segundo ano de pandemia, com início de retomada das atividades e reaquecimento da economia, o Itaú apresentou lucro líquido aproximadamente 45% melhor que o ano anterior, chegando ao valor de R$26,9 bilhões. Isso permitiu um maior pagamento de dividendos por parte do banco, chegando ao valor de R$ 0,637224 por ação.

Nesse sentido, caso o investidor tenha mantido um lote padrão de 100 ações no período mencionado da tabela abaixo, ele teria obtido R$63,7224 em proventos. Este valor apresentou um aumento na ordem de 38% no pagamento de proventos aos acionistas.

Fonte: RI Itaú

Pagamento de dividendos ao longo do tempo

O pagamento de dividendos acontece em função de diversos fatores, mas a maior está relacionada a performance da empresa ao longo do ano e os objetivos dela, tanto para o período quanto para os próximos anos. Além disso, as empresas também sofrem com os reflexos do ambiente externo, que são capazes de aumentar custos e sufocar receitas.

Como podemos ver no gráfico abaixo, o Itaú, mesmo atingindo lucro maior que ao do ano de 2017, ele pagou aproximadamente 23% dos dividendos da época. É necessário analisar os indicadores da empresa para entender se tal decisão segue de acordo com o programado. A empresa deve sempre buscar entregar valor para o acionista, dessa forma, suas decisões de não pagar mais dividendos hoje devem estar de acordo com sua visão de futuro.

Fonte:  RI Itaú

Comparação com pares 

Em 2021, o Itaú liderou o ranking de lucro líquido, atingindo o valor de R$26,9 bilhões, sendo seguido pelo Bradesco, com R$26,2 bilhões, Banco do Brasil, com R$21 bilhões e Santander com R$16,35 bilhões.

Contudo, ao avaliar o pagamento de dividendos, ela não acompanha o ranking de lucro de cada instituição financeira. Dentre as instituições financeiras quem mais pagou dividendos em 2021 foi o Santander, que inclusive obteve o menor lucro da lista, já quem menos pagou dividendo foi justamente o Itaú, o banco que obteve maior lucro.

Contudo, ao ser comparado a seus pares, o Itaú tem pagado menos dividendos do que a média, o que não necessariamente representa que a empresa esteja tendo uma má performance.

Este é o motivo pelo qual é necessário estudar o ativo que está investindo. A decisão de pagar menos dividendos pode estar atrelada a uma necessidade de reinvestimento em projetos internos para a sobrevivência ou melhora do negócio e para, em médio ou longo prazo, apresentar resultados mais fortes que a média do mercado.

Nesse sentido, os dividendos atuais pagos pelo Itaú podem parecer não valer a pena devido ao custo de oportunidade em investir em pares que estejam pagando dividendos melhores ou até mesmo em investir em empresas de outros setores que costumam pagar dividendos melhores que de instituições financeiras. 

Contudo, como estamos falando em um ativo em que o investidor também espera que sua performance faça valorizar seu papel, esta é uma importante questão a ser considerada na hora de comprar Itaú (ITUB4).

Você deseja investir em renda variável? Entre em contato com um dos especialistas da iHUB Investimentos, nossa empresa parceira, para ajudar a montar a sua carteira.