Confira as 10 ações que mais caíram em 2021

Tempo de leitura

3 min

Tamanho da fonte

Aa

Aa

Aa

Ibovespa se desvalorizou 8,91% do começo ao fim do ano

Quer saber quais foram as ações que mais caíram em 2021? Então está no lugar certo, pois separamos para você uma lista com os ativos que estiveram em baixa no ano passado.

Para ter êxito nos investimentos, é sempre bom analisar o cenário anterior, para conhecer possíveis tendências. Além disso, é importante saber quais fatores fazem as ações cair ou subir.

No período de janeiro a dezembro de 2021, o Ibovespa desvalorizou 8,91%. Em resumo, este é o indicador mais importante para mostrar o desempenho médio das cotações de ações negociadas na Bolsa de Valores.

Mesmo que o Ibovespa tenha marcado novos recordes históricos, a desvalorização predominou. Na prática, o avanço do índice ocorreu apenas de março a maio.

Em geral, as ações da empresa que integram o índice apresentaram um desempenho negativo, isso porque 64 de 88 companhias que compõe o índice fecharam o ano com queda em suas ações. O varejo contempla as ações que mais caíram em 2021.

Leia também: Ações varejistas, o que esperar de 2022?

Devido à crise gerada pela pandemia de covid-19, este setor foi o mais afetado. Além disso, fatores econômicos ligados a questões nacionais e internacionais também retraíram as compras e afetaram as ações.

Entretanto, outros setores também tiveram ações com baixa, como construção. Neste caso, o aumento do custo do crédito, devido a juros elevados, afetou o setor imobiliário, portanto, as ações relacionadas a esta área também apresentaram queda.

Lista das ações que mais caíram em 2021

Afinal, quais foram as ações que mais caíram em 2021? Agora que já trouxemos para você o contexto econômico do ano, vamos ao que interessa, a lista de ações com queda mais acentuada.

Em primeiro lugar está a ação LAME4, das Lojas Americanas, com queda de 77,62%. Em segundo lugar, está a MGLU3, do Magazine Luiza, com queda de 75,15%.

Já o terceiro lugar também é do varejo: a ação VIIA3, da empresa Via, que caiu 69,43%. Se você não a conhece por esse nome, esta é a empresa que administra varejistas como Casas Bahia e Ponto (antigo PontoFrio).

Quer ter acesso a carteiras recomendadas para acertar a mão ao aplicar seu dinheiro quando o assunto é investimento? Se inscreva em nossa área vip e tenha acesso! 

O quarto lugar ficou para o Pão de Açúcar (PCAR3), com queda de 68,91%. Por sua vez, a quinta posição entre as ações que mais caíram em 2021 está com as Americanas (AMER3), cuja ação caiu 58,67%.

Em seguida, está a ação da Eztec (EZTC3), que caiu 52,96%. Neste caso, a empresa é uma construtora brasileira, que possui sede em São Paulo e é responsável por construir, incorporar e vender empreendimentos.

Outra ação que caiu em 2021 foi a da Qualicorp (QUAL3), com queda de 51,06%. Logo em seguida está a Natura (NTCO3), com baixa de 50,30%.

Por fim, a Cyrela (CYRE3), incorporadora e construtora de imóveis residenciais de São Paulo, teve uma queda de 47,46%. Já o décimo lugar foi ocupado pela empresa IRB Brasil (IRBR3), com queda de 45,60%.

Confira a lista completa das ações na tabela abaixo:

Apesar dos resultados, especialistas apontam que a maioria das empresas do Ibovespa tiveram desempenho registrado em seus balanços maior do que o esperado no mercado. Por isso, têm uma defasagem no valor negociado na Bolsa de Valores.

Apesar deste fato, o momento econômico também pode ter afastado os investidores. Por isso, se você está pensando em comprar ações em 2022, é importante levar em consideração fatores relacionados ao mercado.

Se você tem alguma dúvida, nosso time está à disposição para esclarecer e te escolher as melhores ações! Entre em contato conosco preenchendo o formulário abaixo.