Como operar mini índice?

Tempo de leitura

3 min

Tamanho da fonte

Aa

Aa

Aa

Opção é ideal para quem já conhece o mercado de ações e quer ter ganhos mais altos

Saber como operar mini índice pode ser uma boa ideia para quem já conhece o mercado de ações, mas quer ganhar mais investindo. Em suma, com esse tipo de investimento você negocia minicontratos futuros o índice Ibovespa.

Mas, antes de saber como operar mini índice, é importante que você saiba em que consiste esse tipo de investimento e o que isso significa, na prática. Por isso, separamos todos os detalhes para você!

O que é mini índice?

Antes de 2011, apenas os investidores com mais dinheiro conseguiam participar do mercado futuro. Por esse motivo, o mini índice foi criado, para dar oportunidade aos pequenos investidores.

No mercado futuro, você não vai negociar um ativo, mas contratos de compra e venda relacionados a um investimento do futuro, literalmente. Este mecanismo é utilizado por day traders ou swing traders.

Desta forma, é possível ter mais lucro com base na alavancagem. Além disso, você também consegue proteger seus investimentos das oscilações de mercado.

Leia também: Como operar no mercado de ações?

Mas, afinal, o que é mini índice, então? É um minicontrato do índice Ibovespa, que é o principal indicador da Bolsa de Valores do país. Além disso, também pode incluir minicontratos de dólar ou mesmo de ouro, milho e soja, que são commodities.

O termo “mini” é porque o investimento representa apenas 20% da pontuação de um índice completo. Assim, quando há uma oscilação de um ponto no Ibovespa, você terá apenas R$0,20 de prejuízo ou lucro, dependendo da situação.

Portanto, você já sabe que é preciso prestar atenção no índice Ibovespa para negociar estes minicontratos. Em geral, quem opera day trade pode sentir mais segurança para fazer esse tipo de investimento, pois você vai se deparar com uma alta liquidez e até mesmo um alto volume nos negócios.

Como operar mini índice?

Para operar mini índice, é preciso fazer uma pequena lição de casa. Isso significa que é preciso estudar bem para não ter prejuízo com esse tipo de investimento. Então, o primeiro passo é conhecer bem o mercado de ações.

Você precisa saber porquê o preço muda, o que faz essa variação acontecer e, principalmente, como se investe na Bolsa de Valores. Após estes primeiros passos, também vale entender o papel da corretora em tudo isso.

Em seguida, conheça bem como funciona o índice Ibovespa. Como já dissemos anteriormente, ele é a base desse tipo de investimento. Então, você precisa saber que ele é uma espécie de carteira teórica de ações, com empresas que representam a maior parte do volume negociado na bolsa.

Por fim, você deve estudar o mercado futuro. Em suma, é preciso saber que você não vai negociar um ativo, mas o contrato que dá direito de compra e venda. Então, você vai precisar saber especular.

Outros conceitos importantes são o de alavancagem e margem de garantia. O primeiro, que também já citamos, significa negociar valores que você não tem, esperando aumentar os ganhos. Já o segundo, é um valor que a Bolsa de Valores cobra para quem opera mini contratos.

Após todos estes estudos, você vai ter que conhecer os códigos do mini índice. Por exemplo, você pode ver um contrato com o nome WINZ21. A parte do WIN significa que é um mini índice. A letra Z representa um mês (conforme lista abaixo) e o 21 é o ano, ou seja, 2021.

Confira a letra de cada mês:

Assim, WINZ21 significa mini índice com data de vencimento em dezembro de 2021.

Também é importante que você fale com sua corretora para conhecer as regras para operar mini índice. Cada instituição financeira define as próprias normas, neste caso. Além disso, é importante reforçar: se você ainda tiver alguma dúvida, estude mais o mercado antes de começar a investir!

Quer receber todas as novidades do mercado financeiro? Se inscreva em nossa área VIP: iHUB Lounge